O caminho da humildade | Salmo 131

O Salmo 131 apresenta Davi colocando sua alma diante de Deus de uma maneira discreta, serena e profundamente interessada no crescimento em santidade de vida. Esse salmo é a confissão de humildade de Davi; feita humildemente, com agradecimento a Deus por sua graça, e não em vanglória. Como peregrinos, devemos desviar das setas da arrogância reclinando nossa cabeça na providência de Deus. O coração calmo e sereno se manifesta naqueles que confiam e esperam pelo Senhor.

Uma sincera oração | Salmo 130

O Salmo 130 é um salmo penitencial. Nele, os peregrinos oravam reconhecendo seus pecados diante de Deus com a doce perspectiva do perdão. Ele nos conduz das profundezas esmagadoras da depravação humana para as sublimes elevações da misericórdia de Deus.

O Senhor livra seu povo | Salmo 129

O Salmo 129 é o décimo degrau dos cânticos de romagem. Trata-se de um Salmo repleto de gratidão por livramentos e de imprecações. O salmista descreve a sua situação de humilhação e desejo de vingança ilustrando essa verdade com elementos encontrados na lavoura, um contexto totalmente relacionado ao salmista que trabalhou longos anos como escravo no Egito.

A verdadeira felicidade | Salmo 128

A verdadeira felicidade se encontra em Cristo Jesus que nos abençoa muitíssimo com o perdão de nossos pecados, com a nossa reconciliação com Deus, com a nossa salvação e com a nossa santificação e glorificação. Ter Cristo na vida, portanto, é desfrutar da verdadeira e eterna felicidade!

A verdadeira alegria | Salmo 126

O salmo é um cântico cantado pelos peregrinos que estavam em direção à sua terra, após esse período de cativeiro. Nele também encontramos um lamento da comunidade de Israel que lembra esse período passado em que Deus demonstrou misericórdia sobe seu povo e pede uma nova demonstração dessa mesma misericórdia ao lhes conceder um novo começo.

Fé inabalável | Salmo 125

O propósito deste salmo é, especificamente, apontar em que lugar aqueles que são fiéis ao seu Senhor, se encontram. Segundo o salmista, embora sofram fortes oposições por parte de seus inimigos (v.3), eles não são abalados (מוט mowt: ser derrubado); mas se mantém firmados e seguros para sempre, no SENHOR.

Se não fosse o Senhor | Salmo 124

Este salmo fala de “ações de graças” que um observador faz. Por perceber algumas coisas importantes em sua observação, ele então louva e agradece a Deus dizendo: “Não fosse o Senhor…”. Ele diz isso depois de perceber o perigo que passou e o livramento que recebeu de Deus, além de constatar a grandeza e o poder dele, como o Criador. É por essa razão que o salmista louva e engrandece a Deus.

Tenha compaixão de nós | Salmo 123

Neste Salmo podemos contemplar a declaração do povo sofredor de Deus, ao recorrer à sua misericórdia e socorro. Como um servo sabia identificar os gestos das mãos de seus senhores, o salmista, ao olhar para o céu, sabe identificar de onde vem o socorro e misericórdia que tanto necessita.

Guardados no Senhor | Salmo 121

Este salmo fala de nossa verdadeira segurança e proteção. Fala onde podemos encontrar socorro em tempos de sofrimento, privação, dor e incertezas. Este salmo nos apresenta um Deus que nos socorre – aquele único que pode nos socorrer quando estamos perdidos e aflitos. Apresenta também um Deus onde encontramos segurança – aquele único lugar seguro onde podemos descansar tranquilos. Este salmo apresenta um Deus protetor – aquele único que pode nos manter longe dos perigos e nos livrar de todo o mal. Este é o salmo que somente os peregrinos que se encontram guardados no Senhor podem entoar.

bombasonica

busque evolução e se liberte!

RACHEL SHEHERAZADE

Sermões | Artigos | Devocionais

Consciência Cristã

Sermões | Artigos | Devocionais

O Tempora, O Mores

Sermões | Artigos | Devocionais

Voltemos Ao Evangelho

um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Renato Vargens

Sermões | Artigos | Devocionais