O Fruto do Espírito | #04 | A verdadeira longanimidade

A longanimidade, como uma aplicação do Espírito Santo na vida do cristão, preenche o vazio que o pecado promove por causa de nossas ambições egoístas e partidárias. Paulo lança luz na vida de seus contemporâneos sobre a importância da nova vida em Cristo que é desenvolvida com a ação do Espírito Santo. A longanimidade é parte desta ação que precisa ser desenvolvida à medida que progredimos em nossa caminhada como peregrinos neste mundo.

O Fruto do Espírito | #03 | A verdadeira paz

“Andar no Espírito” significa fazer morrer as paixões carnais com suas obras e praticar o Fruto do Espírito como sinal de nossa regeneração em Cristo Jesus e de que crucificamos a carne com suas paixões e desejos (Gl 5.24; 1Pe 2.11). Portanto, aqueles que andam por meio do Espírito de Deus são promotores da verdadeira paz.

O Fruto do Espírito | #02 | A verdadeira alegria

Na perspectiva bíblica, a alegria é um fruto do Espírito, isto é, não é uma virtude que possamos produzir, mas uma manifestação do Espírito Santo em nós. A nossa participação consiste em permitir que o Espírito Santo a introduza em nós e em cultivá-la por meio de uma vida de intimidade com o Espírito Santo.

O Fruto do Espírito | #01 | O verdadeiro amor

O amor de Deus tem origem nele e que só pode ser aplicado por nós uma vez que compreendemos a sua origem e desfrutamos de seus efeitos, sejam eles redentivos e/ou relacionais. O Fruto do Espírito está à nossa disposição para praticarmos, mas, a sua aplicação correta só será possível uma vez que compreendermos como ela funciona em sua fonte, ou seja, em Deus. Somos ensinados nas Escrituras a amar como Jesus amou.

bombasonica

busque evolução e se liberte!

RACHEL SHEHERAZADE

Sermões | Artigos | Devocionais

Consciência Cristã

Sermões | Artigos | Devocionais

O Tempora, O Mores

Sermões | Artigos | Devocionais

Voltemos Ao Evangelho

um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Renato Vargens

Sermões | Artigos | Devocionais