06 dicas de como fazer um culto doméstico

Introdução

Com a situação do mundo é alarmante quanto a epidemia do Coronavírus (Covid-19), muitas igrejas fecharam as portas e seus membros tiveram que ficar em casa até a poeira baixar; e por conta disso, muitos pastores aderiram o culto por transmissão ao vivo pelas plataformas das redes sociais na internet.

Com a família toda em casa, muitos estão buscando ocupar seus tempos com trabalhos domésticos, leitura de bons livros, brincadeiras com as crianças, assistir a filmes e seriados, assim como devocionais diárias com mais intensidade na oração e leitura bíblica.

É de se esperar que cada crente já tenha o habito de fazer leituras bíblicas e orações em casa como uma atividade importante para uma espiritualidade saudável; porém, esse não é o caso de muitos, ainda mais se tratando do culto doméstico com a família toda reunida.

Esse período de reclusão social por conta do Coronavírus não é de todo um mau, pois muitos tem pensado nessa necessidade de reunir a família para cultuar a Deus de uma maneira mais familiar e reservada. É por essas e outras razões que precisamos manter nossa devoção e espiritualidade envolvendo toda família nessa pratica de culto ao Senhor; a final de contas, não é sem razão que Josué se levanta diante da nação de Israel pra dizer “…Eu e a minha casa serviremos ao SENHOR” (Js 24.15); havia nele não apenas a motivação, mas também a intenção de conduzir toda sua casa nos caminhos do Senhor.

Mas, quanto ao método de culto doméstico, como deve ser feito? Aqui vai algumas dicas, não são regras, mas orientações de como se reunir com a família e cultuar a Deus. Vejamos:

1. Separe um horário específico e comunique a todos da família.

É importante ter um horário específico para o momento de culto. Todos da casa precisarão estar cientes de que naquele horário devem parar o que estiverem fazendo e se reunir com os demais para o momento de culto.

Vale lembrar que essa reunião não é pra por assuntos pendentes da família, você pode fazer isso em outro momento. Neste momento todos precisão estar com suas bíblias nas mãos, talvez um caderno de anotações e ter seriedade diante do que estão prestes a fazer.

O culto, embora num contexto diferente do templo, mas a solenidade e seriedade devem serem mantidos, a final de contas, estamos cultuando a Deus – o Senhor de nossas vidas!

2. Tire todas as distrações

É importante não apenas ter um local da casa mais sossegado como também, todos estarem prontos pra isso. Não é um momento pra tirar selfs e mandar no Instagram com #cultodomestico ou #familiareunida (risos). É um momento de culto em família.

Desligue a TV, ponha o celular em silencioso e se possível longe de você, tire os brinquedos das crianças, dê uma bíblia pra cada participante ler e acompanhar a leitura dos textos bíblicos. Neste momento toda atenção deve estar voltada para o culto.

3. Faça um culto doméstico dinâmico (participativo).

É importante que todos participem. Como estamos num contexto familiar, todos devem se sentirem a vontade para comentar sobre o texto bíblico e sugerir orações. É importante que se promova, antecipadamente, um roteiro do culto, pra não ficar perdido do que fazer, o que orar e o que ler durante o culto.

  • Distribua tarefas entre os membros da família;
  • Peça pra esposa ou outra pessoa iniciar com uma oração;
  • Veja se tem alguém na família que saiba tocar um violão, mesmo que saiba tocar poucas notas e só 1 hino; ou, cante à capela (apenas voz), com todos os participantes. É importante separar as canções antecipadamente;
  • Distribua motivos de oração entre os participantes e dê oportunidades para orarem;
4. Faça um período de intercessão

Neste momento todos estarão clamando a Deus por sua graça e misericórdia pelo mundo que está em um caos. Na intercessão, apresente sua família, sua igreja, seus amigos/colegas e vizinhos que precisão de salvação, ore pelo seu pastor e família, ore pelo governo do Brasil (presidente/ministros/perfeitos/vereadores) para que tenham sabedoria, ore pelo avanço do evangelho no mundo, ao começar pelo seu bairro; ore pelos missionários e etc.

5. Medite sobre uma passagem das Escrituras

Separe um texto das Escrituras para meditação. Tente, pela observação, encontrar pontos chave e que lhes tragam uma compreensão do texto. Compartilhe os ensinos aprendidos e veja o que precisam seguir como resultado do estudo absorvido.

Na meditação das Escrituras, faça uma leitura participativa, ou seja, cada um lê um versículo. No final, faça comentários sobre o texto lido e peça pra cada pessoa compartilhar o que aprendeu com o texto e o que lhe chamou mais atenção.

6. Cante mais um hino e ore encerrando o momento

No final, todos poderão cantar mais uma canção de louvor e gratidão a Deus por sua casa e pela Palavra recebido, e fazer mais uma oração pedindo a segurança, proteção e mais oportunidades para repetir a dose.

Vale ressaltar que essa deve ser uma pratica constante para cada família cristã, e não apenas enquanto estamos isolados do convívio social. Se por acaso no dia seguinte aquele horário que foi reservado não se possível de se reunirem, antecipadamente já reserve um novo horário para o mesmo dia, o importante é ter esse momento em família.

Conclusão

O que podemos aprender com o culto doméstico? O que ele proporciona para a família?

  1. Nos permite uma adoração conjunta – todos da família adorando a Deus, longe do olhar das pessoas, mas dentro do contexto relacional mais próximo que temos, que é a família;
  2. Nos permite uma aproximação maior, uns dos outros – esses momentos proporcionarão um relacionamento saudável entre os membros da família. Todos participarão e terão oportunidades de ouvir e ver cada um buscando o mesmo crescimento e com a mesma fé em Deus;
  3. Desta maneira, seremos uma família que serve ao Senhor de fato – teremos condições de nos submeter a um compromisso com Deus em família. Saberemos reagir quando os problemas surgirem, pois já teremos a pratica da oração. Teremos maior prudência diante dos conflitos, pois aprenderemos a ouvir cada um; e, estaremos sensíveis ao Espírito de Deus que nos ajudará em nossas fraquezas e limitações.

Que Deus abençoe nossas vidas e busquemos, em família, crescermos em adoração e oração nestes dias difíceis, até que Cristo venha nos buscar. Amém!

Publicado por Pr. Luiz de Souza

Não ousaria me definir em frases prontas ou palavras que prefiguram alguém que ainda esta em construção. Vivo para que Deus seja conhecido e busco conhecer cada vez mais esse Deus. Minha gratidão é plena ao ser alcançado e resgatado por Jesus, e por isso vivo para que Ele cresça e eu diminua cada vez mais. Pois "A mim, o menor de todos os santos, me foi dada esta graça de pregar aos gentios o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo". [Ef 3.8]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

bombasonica

busque evolução e se liberte!

RACHEL SHEHERAZADE

Sermões | Artigos | Devocionais

Consciência Cristã

Sermões | Artigos | Devocionais

O Tempora, O Mores

Sermões | Artigos | Devocionais

Voltemos Ao Evangelho

um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Renato Vargens

Sermões | Artigos | Devocionais

%d blogueiros gostam disto: