A MENSAGEM DA CRUZ

Texto Bíblico: 1 Coríntios 15.1-11 [ARA]

A MENSAGEM DA CRUZ – O que ela diz e o que fazer diante dela.

INTRODUÇÃO

Embora o símbolo da cruz para os romanos fosse condenação, dor, humilhação e morte, a partir de Jesus ela também teve um novo significado: ressureição e vida. É na cruz do Calvário que Jesus Cristo vence a morte com sua morte e ressurreição.

Hernandes Dias Lopes diz que:

A cruz sem a ressurreição é símbolo de fracasso e não de vitória. Se Cristo não tivesse ressuscitado, Ele não poderia ser o Salvador. Se Cristo não tivesse ressuscitado, Ele seria o maior impostor da História[1].

Portanto, crer na mensagem da cruz é crer não apenas na morte de Jesus Cristo, msa também em sua ressurreição; é crer na graça de Deus que perdoa pecadores arrependidos em Cristo Jesus; é crer no maior de todos os milagres: a vida após a morte. A mensagem da cruz é a mensagem de vitória de nosso Salvador em favor dos filhos de Deus.

Os saduceus, teólogos liberais de Jerusalém, influenciados pela filosofia grega, não acreditavam na ressurreição do corpo. A igreja de Corinto começou a abandonar a sua fé e a substituir a teologia por essa filosofia grega. A filosofia grega acreditava na imortalidade da alma, mas não na ressurreição do corpo. Ela acreditava na vida futura, mas não na ressurreição. Os gregos acreditavam em um dualismo filosófico. Para eles o espírito era essencialmente bom, mas a matéria era essencialmente má; eles não acreditavam que após a morte, o corpo também pudesse ser restaurado e ressuscitado do túmulo por ser, essencialmente, uma matéria má.

Paulo ensina a doutrina da ressurreição de Cristo a partir das Escrituras e de numerosos relatos de testemunhas oculares (vs. 1-11). Entre as testemunhas oculares ele menciona os doze apóstolos, junto com Tiago e ele próprio. Ele também observa que um grupo de quinhentos crentes viram Jesus ressurreto. O testemunho dessas pessoas fortalece a fé dos leitores em Cristo.

Portanto, crer na mensagem da cruz é crer na morte e ressurreição de Jesus Cristo; é crer na graça de Deus que perdoa pecadores arrependidos em Cristo Jesus; é crer no maior de todos os milagres: a vida após a morte. A mensagem da cruz é a mensagem de vitória de nosso Salvador em favor dos filhos de Deus.

Faremos a análise do texto em questão dividindo-o em três partes e uma aplicação no final, respondendo algumas perguntas importantes. Vejamos:

1. UM LEMBRETE – v.1-2:

Paulo convoca os coríntios a lembrarem-se de que haviam concordado com a ressurreição dos mortos quando creram na ressurreição de Cristo; pois ela, além de apresentar a vitória de Cristo sobre a morte, também nos possibilita uma ressurreição da morte para a vida eterna.

1.1. Qual é o lembrete?

a) O evangelho que vos anunciei – v.1a;
b) O qual recebestes e no qual perseverais (continuam firmes) – v1b;
c) Por ele também sois salvos – v2a;
d) Evangelho que foi recebido sem alterações – v.2b;
e) Evangelho crido sem sombras ou variações de dúvidas – v.2c;

2. UMA DOUTRINA – v.3-7:

O que Paulo reafirma para os coríntios neste momento é a doutrina pelo qual ele foi alcançado, assim como todos que estão em Cristo Jesus. Basicamente ele está reapresentando a sua confissão de fé, a mesma que – segundo ele, foi pregada aos coríntios, assim como ele também recebeu a mensagem. Esta doutrina, diz Paulo, não é fruto da imaginação humana ou da filosofia, ela é “… segundo as Escrituras”, que não apenas foi anunciada com o Novo Testamento, mas também no Antigo Testamento:

Pois não deixarás a minha alma na morte, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção (Sl 16.10);

Ele foi oprimido e humilhado, mas não abriu a boca; como cordeiro foi levado ao matadouro; e, como ovelha muda perante os seus tosquiadores, ele não abriu a boca (Is 53.7);

2.1. Qual é a doutrina?

a) Cristo morreu pelos nossos pecados –v.3 (1Pe 2.24);
b) Foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia – v.4;
c) Apareceu para os seus – v.5-7;

3. UM TESTEMUNHO – v.8-11:

O evangelho que Paulo pregava consistia da revelação de Jesus Cristo, que cumpria as Escrituras do Antigo Testamento. Paulo reconhece que ele não havia seguido Jesus desde o tempo do batismo do Senhor até sua ascensão (At 1.21-22). Contudo, Paulo podia dizer que ele havia testemunhado a ressurreição de Jesus, e que assim recebera de Cristo a autorização para proclamar seu evangelho.

3.1. Qual é o testemunho?

a) Depois de todos (apóstolos – v.7), foi visto também por mim – v.8a: a passagem mostra e confirma que Paulo também é um participante do povo de Deus;
b) Nascido fora de tempo (εκτρωμα ektroma: aborto, abortivo). Tal palavra indica nascimento abortivo. Por meio de tal palavra Paulo se refere à “subtaneidade” de sua transição para a vida em Cristo, bem como seu comissionamento para o apostolado – v.8b;
c) Derramou sua graça:
1. Senso de Humildade: Porque eu sou o menor dos apóstolos – v.9a;
2. Senso de Posicionamento: que mesmo não sou digno de ser chamado apóstolo – v.9b;
3. Senso de Pecado: pois persegui a igreja de Deus – v.9c;
4. Senso de Graça: Mas, pela graça de Deus, sou o que sou […] não eu, mas a graça de Deus comigo – v.10;
5. Senso de Responsabilidade: [] seja eu ou sejam eles, assim pregamos – v.11;

4. APLICAÇÃO

4.1. O que devemos fazer diante da mensagem da Cruz?

4.2. Manter viva em nossa lembrança, o evangelho por ela anunciado – v.1a;

4.3. Perseverar e manter-se firmado no evangelho por ela anunciado – v1b-2a;

4.5. Não adulterar o evangelho por ela anunciado – v. 2b-3a;

4.6. Pregar o evangelho por ela anunciado – v. 11;



[1] Hagnos, 2008, pág. 273.

Publicado por Pr. Luiz de Souza

Não ousaria me definir em frases prontas ou palavras que prefiguram alguém que ainda esta em construção. Vivo para que Deus seja conhecido e busco conhecer cada vez mais esse Deus. Minha gratidão é plena ao ser alcançado e resgatado por Jesus, e por isso vivo para que Ele cresça e eu diminua cada vez mais. Pois "A mim, o menor de todos os santos, me foi dada esta graça de pregar aos gentios o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo". [Ef 3.8]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

bombasonica

busque evolução e se liberte!

RACHEL SHEHERAZADE

Sermões | Artigos | Devocionais

Consciência Cristã

Sermões | Artigos | Devocionais

O Tempora, O Mores

Sermões | Artigos | Devocionais

Voltemos Ao Evangelho

um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Renato Vargens

Sermões | Artigos | Devocionais

%d blogueiros gostam disto: