SÉRIE: BEM-AVENTURADOS #3

TEXTO BÍBLICO: Mateus 5.4 [ARA].

Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.

CONSOLO AOS QUE CHORAM

INTRODUÇÃO

Qual tem sido o motivo das pessoas chorarem hoje? Fazendo uma leitura do mundo a nossa volta, temos a certeza de que muitos choram por perdas familiares; por relacionamentos fracassados; muitos choram por perder oportunidades de emprego, vestibulares, concursos e outros; a aqueles que choram quando são esquecidos pelos os que deveriam amar.

 Mas, a final de contas: Os crentes também choram? Qual o motivo do choro da igreja de Jesus? O que tem provocado as lagrimas de nossos olhos? Por que também choramos? O que acontece conosco quando choramos?

As bem-aventuranças falam do caráter e do estilo de vida que cada crente em Jesus precisa ser e viver neste mundo. É com razão que Jesus separa seus discípulos do meio da multidão e prega seu sermão a fim de que eles pudessem compreender de maneira clara qual a verdadeira felicidade que um cristão deve viver; a multidão diante de Jesus não estava interessada em mudança de vida e atitudes; eles queriam apenas desfrutar dos benefícios de ter a presença de Jesus entre eles, mas não queriam viver a vida de Jesus.

 Como diz o Dr. Champlin (2014; Pág. 299):

As bem-aventuranças mostram que, para Jesus a retidão é mais do que a obediência de seus mandamentos; é uma total atitude da mente, uma forma particular de caráter. Aqueles que são louvados no evangelho são homens e mulheres humildes, amorosos, confiantes, fieis e corajosos. Ainda não são perfeitos, mas são convertidos.

Jesus, de certa forma, consola os corações de seus discípulos trazendo umas informações básicas da vida cristã que eles enfrentariam. Essas informações também diz respeito à uma vida de dor e sofrimento nesta terra; mas, que não se preocupassem com isso por tudo estava sob controle.

Embora essa seja uma realidade do cristão, nesta vida, esse choro que o faz bem aventurado não diz respeito aos males do dia-a-dia enfrentados nesta terra, diz respeito à nossa condição espiritual. Jesus ainda está falando que os humildes de espírito, que se curvam diante de Deus reconhecendo a sua limitação e sua necessidade em Deus, eles também choram e lamentam por também pecarem nesta vida; seu choro e lamento diz respeito ao que cometem no dia-a-dia da vida cristã; é por isso que eles serão consolados: por saberem que existe um Deus que perdoa o pecador arrependido e enxuga as lágrimas daqueles que lamentam por terem pecado e querem viver um novo com Deus, deixando de pecar e entristecer a Deus.

As palavras ensinadas por Jesus em seu sermão no Monte, apontam para uma vida Cristocêntrica. Elas ensinam que a felicidade não está nas coisas materiais deste mundo, mas no que nos tornamos neste mundo por causa do evangelho. As bem-aventuranças apontam um padrão espiritual que todo discípulo de Jesus precisa aprender e viver. Vejamos:

BEM-AVENTURADOS OS QUE CHORAM: temos aqui uma condição no presente (v.4a)

A palavra “chorar” πενθεω pentheo em sua tradução original significa prantear e/ou lamentar. É mais que apenas comover-se emocionalmente; é um lamento de tristeza espiritual; é estar insatisfeito com a condição atual e buscar a mudança necessária.

Alguns dizem que esse choro que Jesus está se referindo é referente ao que os discípulos teriam quando estivessem sozinhos pregando o evangelho e sofrendo as perseguições; essa interpretação estaria correta se Jesus dissesse: Bem-aventurados os que chorarão (futuro); mas, ele diz “… os que choram” (presente); significa que eles já estavam vivendo aquela realidade, e é por isso que já são bem-aventurados.

Jesus falava novamente de um exercício espiritual, e não da expressão de tristeza pessoal devido a algumas perdas sofridas. Essa bem-aventurança está vinculada à primeira, que também fala da verdadeira postura de um discípulo de Cristo.

O fato de cada discípulo de Jesus estarem ali, ouvindo e absorvendo os ensinos de Jesus já nos mostram o quanto lamentavam suas condições por causa dos pecados que cometiam e que precisavam de um consolo que só quem tem poder para perdoar e regenerar poderia lhes dar.

Aplicação: Está faltando na igreja do Senhor aqueles que verdadeiramente lamentam suas condições espirituais; aqueles que reconhecem seus erros e pecados, e se curvam diante de Cristo dizendo: Miserável homem que sou! Quem me livrará do corpo desta morte? (Rm 7.24 [NAA]).

Está faltando mais humildade de espirito sobre aqueles que chegam na casa de Deus para O adorar; falta lamento sobre os que abrem suas bocas para orar ao Senhor; falta pranto nos olhos daqueles que, diariamente, encaram as tentações e, vez por outra, cedem ao pecado por não reconhecerem sua humildade de espirito; e por isso, não lamentam por sua condição atual.

Bem-aventurado é aquele que por uma humildade de espirito, reconhece seus erros e sua condição diante de Deus; e por chorar e lamentar mediante suas falhas e pecados, ele clama a Deus e submete-se à Sua vontade.

Ser bem-aventurado não está apenas no fato de reconhecer nossos erros e lamentar, mas também em saber que a resposta de Deus para aqueles que agem assim é de consolo e esperança. Vejamos:

PORQUE SERÃO CONSOLADOS: temos aqui uma promessa que ainda se cumprirá (v.4b).

A palavra “consolo” no texto significa ser confortado. Ela traz a ideia de alguém sendo consolado num momento de lamento e choro.

Essa parte do texto se refere a uma promessa feita por Jesus que ainda ia se cumprir na vida dos discípulos, mas que já está em vigor (em parte) sobre a igreja do Senhor;

Jesus, em outro momento, disse aos seus discípulos: Não se turbe o vosso coração; crede em Deus, crede também em mim… (João 14.1a [ARA]). Embora eles pudessem confiar e acreditar na providência divina em relação às coisas do futuro, Jesus diz que já poderiam acalmar os vossos corações, pois a obra já estava acontecendo;

Jesus diz que felizes os que agora (presente) choram porque serão (futuro) consolados. Este consolo que ainda virá, já é motivo de alegria hoje.

Aplicação: A igreja do Senhor iria louvá-lo com mais entusiasmo se compreendesse que um dia seremos consolados; Ela honraria ainda mais o nome do Senhor se compreendesse que, agora, nossa condição ainda é de pecadores, mas crer e confessar que o seu Nome JÁ é poderoso para nos perdoar os pecados consolaria nosso espirito.

Deveria ser motivo de nossas reuniões serem alegres por sabermos que um dia seremos consolados; vale ressaltar que o Espírito de Deus já está em nós, agindo e nos fortalecendo, como o Outro Consolador enviado pelo Pai. Ele já enxuga nossas lágrimas acalmando nosso coração diante dos terrores desta vida. Ele já enxuga nossas lágrimas nos ajudando em nossas fraquezas e nos conduzindo à Deus, em Cristo Jesus.

CONCLUSÃO

Como igreja de Deus, precisamos lamentar por nossos pecados e abrir nossos olhos para nossas verdadeira condição diante de Deus, mesmo que ainda temporária, como pecadores, mas eterna como dependentes dele e de sua graça.

O que deve ocupar nosso coração é a certeza de que, no momento, choramos por nossos pecados e falhas, mas chegará um que, como diz o apóstolo João: E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passarão (Ap 21.4 [ARA]).

Enquanto estamos nesta vida, deve sempre haver pranto em nossos olhos por causa de nossos pecados, mas um dia não haverá mais pranto, apenas consolo; neste dia todo olho O verá e os fiéis em Jesus serão consolados, mas os rebeldes e desobedientes, estes sim, lamentarão.

Publicado por Pr. Luiz de Souza

Não ousaria me definir em frases prontas ou palavras que prefiguram alguém que ainda esta em construção. Vivo para que Deus seja conhecido e busco conhecer cada vez mais esse Deus. Minha gratidão é plena ao ser alcançado e resgatado por Jesus, e por isso vivo para que Ele cresça e eu diminua cada vez mais. Pois "A mim, o menor de todos os santos, me foi dada esta graça de pregar aos gentios o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo". [Ef 3.8]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

bombasonica

busque evolução e se liberte!

RACHEL SHEHERAZADE

Sermões | Artigos | Devocionais

Consciência Cristã

Sermões | Artigos | Devocionais

O Tempora, O Mores

Sermões | Artigos | Devocionais

Voltemos Ao Evangelho

um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Renato Vargens

Sermões | Artigos | Devocionais

%d blogueiros gostam disto: