A necessidade da Pregação Expositiva

A volta à prática da pregação expositiva em um período marcado pela superficialidade no púlpito e pelo analfabetismo bíblico nos bancos das igrejas é uma necessidade urgente. Uma pregação em que o sentido da passagem bíblica é apresentado exatamente de acordo com o propósito de Deus é a exposição mais lógica da infalibilidade e inerrância da Bíblia.

A pregação é um dos melhores instrumentos para produzir o crescimento sadio da igreja. Muitas igrejas substituíram o ensino expositivo das Sagradas Escrituras por atividades voltadas para o entretenimento e movimentos pragmáticos que, ao invés de nutrir de maneira saudável os cristãos, estão na verdade, desviando-os do foco principal que é: ouvir as palavras que são capazes de produzir vida eterna em todo aquele que n’Ele crê.

O reverendo Hernandes Dias Lopes (2010, pág.17) diz que: “Um púlpito fraco produz uma igreja fraca. A igreja sem vitalidade espiritual não consegue crescer”.

Outro escritor (Unger, 1974, pág. 32-33) definiu a pregação expositiva da seguinte forma: “A pregação expositiva é, antes de tudo, pregação bíblica. Não é pregar sobre a Bíblia, mas pregar a Bíblia. As palavras ditas pelo Senhor são o alfa e o ômega da pregação expositiva. Ela começa e termina na Bíblia e tudo que se interpõe tem origem na Bíblia. Em outras palavras, a pregação expositiva é a pregação centrada na Bíblia”.

Deus, e não a retórica, faz com que a mensagem pregada penetre as fortalezas da vontade humana. Uma vez que Jesus Cristo é o “logos”, a Palavra de Deus personificada, através de sua vida Ele aplica ao coração dos ouvintes sua Palavra exposta, produzindo vida àquele que estava sem vida. O apóstolo Paulo quando escreve aos coríntios falando sobre o poder da Palavra de Deus, ele diz: “Visto como, na sabedoria de Deus, o mundo não o conheceu por sua própria sabedoria, aprouve a Deus salvar os que creem pela loucura da pregação” (1Co 1:21 [ARA]).

Como sabemos a reforma protestante do século XVI não nos trouxe nada de novo, apenas nos chamou de volta para a “forma” ideal que Deus havia planejado para o seu povo. A reforma protestante trouxe de volta a Bíblia para o centro da pregação. Desta maneira, compreendemos a ordem do Senhor Jesus para sua igreja de ir por todo o mundo e pregar o evangelho a toda à criatura, pois…

…Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Como, porém, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem nada ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? (Rm 10:13-14 [ARA]).

Como diz Mark Dever em seu livro ‘9Marcas de uma igreja saudável’ (2012, pág. 40): “A primeira marca de uma igreja saudável é a pregação expositiva. Não é somente a primeira marca; é a mais importante de todas as marcas, porque, se você desenvolvê-la corretamente, todas as outras a seguirão. Esta é a marca essencial”.

Publicado por Pr. Luiz de Souza

Não ousaria me definir em frases prontas ou palavras que prefiguram alguém que ainda esta em construção. Vivo para que Deus seja conhecido e busco conhecer cada vez mais esse Deus. Minha gratidão é plena ao ser alcançado e resgatado por Jesus, e por isso vivo para que Ele cresça e eu diminua cada vez mais. Pois "A mim, o menor de todos os santos, me foi dada esta graça de pregar aos gentios o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo". [Ef 3.8]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

bombasonica

busque evolução e se liberte!

RACHEL SHEHERAZADE

Sermões | Artigos | Devocionais

Consciência Cristã

Sermões | Artigos | Devocionais

O Tempora, O Mores

Sermões | Artigos | Devocionais

Voltemos Ao Evangelho

um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Renato Vargens

Sermões | Artigos | Devocionais

%d blogueiros gostam disto: