INTERESSANTE OBSERVAR, n° 3.

E dizia: — O que sai da pessoa, isso é o que a contamina. Porque de dentro, do coração das pessoas, é que procedem os maus pensamentos, as imoralidades sexuais, os furtos, os homicídios, os adultérios, a avareza, as maldades, o engano, a libertinagem, a inveja, a blasfêmia, o orgulho, a falta de juízo. Todos estes males vêm de dentro e contaminam a pessoa.

Marcos 7:20‭-‬23 NAA
https://bible.com/bible/1840/mrk.7.20-23.NAA

Jesus repreende os fariseus e alguns escribas por se escandalizarem com os discípulos dele, por comerem sem lavar as mãos antes. A “aparente” preocupação deles não estava apenas no fato da possível contaminação por ingestão de vermes ou semelhantes, mas por não seguirem a tradição dos homens.

O que me chama atenção nesta passagem é a revelação que Jesus dá na resposta aos fariseus. Jesus traz a tona a verdadeira condição do homem caído. Ele nos desmascara diante de nós mesmos. Nossa fraqueza e mazelas são consequências de nossas próprias ambições. Nossas falhas e pecados são frutos do que desejamos e ansiamos.

Não podemos olhar apenas para fora de nós e tentar nos esquivar dos possíveis tropeços em consequência do pecado; também precisamos olhar para dentro de nós, onde está a raiz de todo pecado.

É muito fácil apontarmos o dedo para alguém ou alguma coisa externa para justificar nossas escolhas erradas e pecados cometidos; foi assim com Adão, Eva e a “serpente”; o difícil é assumir nossas ambições e desejos internos que contaminam todo o resto.

Quando lemos em Gênesis o relato da Queda só nos lembramos da ‘serpente’ induzido Eva; mas nos esquecemos que ela “…viu que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e desejável para dar entendimento…”; tudo isso são ações externas que seu ponto de partida foi “internamente”.

É verdade que nossa preocupação com o que está à nossa volta deve nos preocupar; mais verdadeiro ainda deve ser nossa preocupação com que há dentro de nós, que nos faz agir e pôr em prática o que pode nos destruir.

Precisamos agir como o salmista que tinha uma visão sincera e humilde de si mesmo ao reconhecer que precisava do auxílio de Deus para a transformação completa e santificadora do seu interior. Ele foi capaz de dizer: “…Tu me sondas e me conheces… vê se há em mim algum caminho mal e guia-me…” (Sl 139).

O diabo, vosso adversário, está ao nosso derredor esperando um momento oportuno para nos tragar e destruir; porém, Cristo está em nós, transformando nossa vida; e, maior é Aquele que está em nós do que o que está no mundo. Amém!

Publicado por Pr. Luiz de Souza

Não ousaria me definir em frases prontas ou palavras que prefiguram alguém que ainda esta em construção. Vivo para que Deus seja conhecido e busco conhecer cada vez mais esse Deus. Minha gratidão é plena ao ser alcançado e resgatado por Jesus, e por isso vivo para que Ele cresça e eu diminua cada vez mais. Pois "A mim, o menor de todos os santos, me foi dada esta graça de pregar aos gentios o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo". [Ef 3.8]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

bombasonica

busque evolução e se liberte!

RACHEL SHEHERAZADE

Sermões | Artigos | Devocionais

Consciência Cristã

Sermões | Artigos | Devocionais

O Tempora, O Mores

Sermões | Artigos | Devocionais

Voltemos Ao Evangelho

um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Renato Vargens

Sermões | Artigos | Devocionais

%d blogueiros gostam disto: