JESUS NÃO DISSE: “venha como estás”.

Existe uma ideia muito errada das pessoas com relação a Jesus quando se trata de sua bondade. A teologia humanista tem Jesus como um homem bondoso que chama a todos e morreu por todos. Esse Jesus veio ao mundo e praticou bondade, amor, perdão e honrou o homem com sua presença, o tornando ilustre diante de Deus.

Mas esse Jesus, ao nãose encontrar com pecadores, não se mostrou bondoso o suficiente para aceitá-lo como estava. Jesus não demonstrou amor só porque andava entre o povo ou que curava o povo. Seu amor foi além, disto.

O amor de Jesus pelas pessoas não o fez amá-las ao ponto de recebê-las como estavam essa é uma ideia humanista que diz “Deus odeia o pecado, mas ama pecadores”. Essa é uma ideia totalmente errada sobre Deus. Dizer isso é dizer que Deus concorda com a situação “de pecado” das pessoas, ao ponto de amá-las como elas “estão”.

O desejo de Jesus sempre foi RESTAURAR o homem para que ele possa voltar à comunhão com Deus, que é Santo.

A tarefa de Jesus na terra foi RESGATAR o homem do poder das trevas – na qual o homem estava impossibilitado de assim fazer por si mesmo [Ef 2.1-3; Rm 3.9-18], e em Jesus esse homem ser TRANSFORMADO em um novo ser [Ef 2.15], uma nova criatura [2Co 5.17] com novas vestes [Lc 15.22], novo pensamento [Fp 4.8], novo proceder [Ef 4.24; Cl 3.10] e uma nova vida [Rm 6.4; Cl 3.11].

ENTÃO, O QUE JESUS DISSE Aos pecadores?

  1. LHES DEU VIDA [Jo 10.28]

No evangelho de João registra a encarnação do Verbo vivo que desceu do céu. Jesus se faz carne a habita entre nós e desde este momento nós já encontramos o resultado de Jesus na vida dos pecadores. O texto de diz que “A vida estava nele e a vida era a luz dos homens” [Jo 1.4].

Paulo nos diz que o pecado nos trouxe morte [Rm 6.23] e esse pecado nos separou de Deus [Rm 3.23]. Esses pecadores que estão mortos e separados de Deus agora, por intermédio de Jesus, eles tem a vida e vida em abundância. É impossível ser reconciliado com Deus estando ainda mortos em nossos delitos e pecados [Ef 2.1]. Jesus deu sua vida para ser morto e ao terceiro dia ressuscitou para que o homem, por meio de Jesus, tenha sua vida ressuscitada nEle.

  1. ARREPENDA-SE [Lc 3.3; 5.32]

Jesus inicia seu ministério levando a todos os seu evangelho. E a palavra principal de seu Evangelho era “ARREPENDIMENTO”. Os pecadores que Cristo encontrava em seu caminha ele os advertia de seus pecados e os levava ao arrependimento.

Só com o arrependimento de pecados podemos entender o que significa ter Jesus em sua vida. Se não há arrependimento então não houve verdadeira conversão, o que houve foi um remorso pelo o que fez. Jesus quer pecadores arrependidos ao ponto de entender que a sua antiga pratica trouxe inimizade com Deus e o levou ao afastamento da comunhão plena com ELE.

  1. LEVANTE-SE E ANDE [Lc 5.23-25]

Jesus encontra-se com muitos enfermos que ainda viviam em suas vidas naturais à queda. Jesus ao vê-los, não se fez nenhuma declaração de honra para aquelas pessoas. Ele não exaltou ou fez algo por elas sem exigir nada.

Jesus conhecia a necessidade deles, embora para eles fossem somente exteriores, mas para Jesus tratava de algo mais profundo. Jesus disse ao paralítico que foi trazido por seus amigos numa maca, e vendo a fé que eles tinham, disse ao homem “Homem, estão perdoados os seus pecados”. [Lc 5.17-20].

A necessidade daquele homem era uma cura exterior e Jesus lhes dá uma cura muito maior, a cura interior – o perdão dos pecados.

Ao final Jesus disse “levante-se e ande”. Para esse homem havia a partir daquele momento uma postura a ser tomada. Sua vida naquele momento em diante havia tomado uma nova perspectiva diante de Deus. Ele foi perdoado de seus pecados e sua salvação foi garantida por meio daquele que lhes perdoou.

  • Levantar-se e andar significa sair do lugar que o prende. Agora ele tinha a possibilidade de sair por ai testemunhando do que Jesus tinha feito em sua vida, não só curando sua deficiência física, mas também a sua deficiência espiritual.

É importante observarmos que o fato dele ter saído não foi movido por algo de si mesmo, pois ele estava nessas condições há muito tempo. Ele só teve a possibilidade de levantar e andar porque Jesus o fez andar com sua Palavra.

Assim também aconteceu com o paralítico desde nascença, que estava na porta do templo. Ele estava lá como de costume pedindo suas esmolas, uma situação que já se estendia por mais de quarenta anos. Até o dia que Pedro e João estão indo ao templo e encontra esse coxo, que lhes pede uma esmola. Pedro lhes diz “Olhe para nós, não temos ouro nem prata, mas o que tenho te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, ande” [At 1.11].

Foi uma palavra que fez toda a diferença para que aquele coxo tivesse sua cura. Pedro não disse em si mesmo para que o coxo fosse curado. Ele não buscou recursos em si mesmo, pelo contrario, segundo o que ele podia fazer não havia nada, nem ouro nem prata. Mas o poder do nome de Jesus curou aquele coxo e esse poder Pedro e João conhecia muito bem.

  • Tomar a maca significa levar a sua cruz. Significa o espinho na carne para que ele se lembre de quem ele era antes de Cristo. Antes quando olhava para a maca ele via sua dependência dela. Sua vida estava presa àquela condição. Agora ao olhar para a maca ele pode se alegrar em saber que não precisará mais usá-la.

Tomar a maca o faz lembrar que sua restauração não dependeu dele ou de qualquer outro homem comum, pois muitos o ajudavam a “carrega-lo” com a maca. Sua cura veio unicamente de um Homem incomum, que agora o faz carregar ele mesmo a sua própria maca.

Esse é o verdadeiro Evangelho de Jesus. Um Evangelho de restauração, renúncia, arrependimento, perdão de pecados, salvação, libertação do império das trevas e reconciliação com Deus. Esse evangelho sim deve ser anunciado a todas as nações, pois ele fala de Jesus como o centro de nossas vidas.

Publicado por Pr. Luiz de Souza

Não ousaria me definir em frases prontas ou palavras que prefiguram alguém que ainda esta em construção. Vivo para que Deus seja conhecido e busco conhecer cada vez mais esse Deus. Minha gratidão é plena ao ser alcançado e resgatado por Jesus, e por isso vivo para que Ele cresça e eu diminua cada vez mais. Pois "A mim, o menor de todos os santos, me foi dada esta graça de pregar aos gentios o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo". [Ef 3.8]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

bombasonica

busque evolução e se liberte!

RACHEL SHEHERAZADE

Sermões | Artigos | Devocionais

Consciência Cristã

Sermões | Artigos | Devocionais

O Tempora, O Mores

Sermões | Artigos | Devocionais

Voltemos Ao Evangelho

um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Renato Vargens

Sermões | Artigos | Devocionais

%d blogueiros gostam disto: