JESUS CRISTO, O FILHO DE DEUS – O testemunho iluminado de Pedro.

Lucas 9.18-20.

Introdução:

Como cristãos, vivemos uma vida cristã firmada em Cristo Jesus, o autor e consumador de nossa fé. Mas será que o conhecemos suficientemente para firmamos nossa fé nEle? Temos plena certeza de que nossas vidas estão nas mãos certas? Podemos afirmar que conhecemos o Cristo, o Filho de Deus?

A fé cristã vai além de crer no que os outros creem. Ela exige que tenhamos as nossas convicções. No texto que lemos encontramos um pequeno teste que Jesus Cristo faz com seus 12 discípulos. Ele faz perguntas sobre até onde as pessoas e os discípulos sabiam quem Ele era. No texto de Lucas podemos encontrar algumas marcas na fala de Jesus que podem nos ajudar em nossas vidas, como cristãos.

I. QUEM CONHECE A JESUS, SEGUE SEUS PASSOS. [vers. 18]

O texto diz que Jesus estava orando em particular e seus discípulos estavam com Ele. Quando os discípulos deixaram tudo para seguir a Cristo, suas vidas foram mudadas. Suas atitudes mudaram. Seus pensamentos forma transformados e sua prática, como adoradores passou a ter um novo foco. O próprio Cristo agora estava diretamente com eles orientando e mostrando o que fazer, quando fazer e como fazer. Jesus sempre um exemplo em tudo que queria da parte dos discípulos.

Nesse momento do texto, é narrado que, como de costume, Jesus estava em particular, orando e seus discípulos estavam juntamente com ele. Quem conhece Jesus ao ponto de segui-lo, sabe das implicações dessa decisão e, olhando para Cristo Jesus, pode ter um exemplo vivo de como fazer o que agrada a Deus.

Jesus era um homem de oração e esperava que seus discípulos fossem capazes de manter uma vida de oração. Jesus era um homem de compaixão e ensinava seus discípulos a terem um olhar de compaixão às pessoas. Jesus era um homem que perdoava e fazia com que seus discípulos soubessem perdoar. Quem conhece a Jesus, segue seus passos.

II. QUEM CONHECE A JESUS, SABE TUDO SOBRE ELE. [vers. 19]

Jesus questiona os discípulos sobre o que as pessoas estavam falando sobre quem Ele era. Jesus faz essa pergunta aos discípulos porque eles estavam sempre nos bastidores, ouvindo a murmuração do povo, os questionamento, os elogios, todo tipo de comentário, seja positivo ou negativo, passava pelos discípulos. Eles estavam por dentro sobre o que o povo afirmava ser Jesus.

Os discípulos estavam por dentro do assunto, de imediato respondem ao questionamento de Cristo. Relatam com detalhes o que as pessoas afirmavam ser Jesus Cristo. Jesus queria saber até onde estava o conhecimento deles a respeito do Messias. A resposta das pessoas com relação a Cristo era totalmente desprovida da verdade. Havia uma expectativa de um libertador, um guerreiro que lutaria com o império romano e destruiria toda a escravidão dos judeus.

Os discípulos dão esse relatório a Jesus sobre a expectativa do povo com relação a Ele e Jesus levanta outra questão, agora pra eles mesmos.

III. QUEM CONHECE A JESUS, CRER QUE ELE É O FILHO DE DEUS. [vers. 20]

Nesse momento a pergunta volta para os discípulos. Eles prontamente responderam quem a multidão dizia que Ele era. Agora Jesus queria saber se de fato eles sabiam quem Ele era.

Pedro, um dos discípulos, levanta sua voz e faz uma declaração que responde ao questionamento de Jesus com muita propriedade, “Tu és o Cristo de Deus”. Em outras palavras ele estava dizendo “Tu és o ungido de Deus”, o messias, o salvador. O Cristo que João Batista anunciava. O Cristo que Elias tanto falava. O filho de Deus.

Essa declaração não veio por acaso. Pedro e os discípulos conheciam Jesus de perto. Tinham intimidade com Ele. Eles tinham fé em Jesus. Jesus não era um simples filho de carpinteiro, era o Filho de Deus.

No livro de Atos, quando Pedro e João oram pelo coxo e o mesmo é curado, muitos se alegraram e festejaram o grande feito, mas atribuíram esse milagre aos discípulos. Quem conhece a Jesus e crer que Ele é o Filho de Deus, atribui tudo a Jesus, dando glória a Deus, em Cristo Jesus. Pedro não pode ficar calado com a ideia errada das pessoas quanto à realização daquele milagre.

CONCLUSÃO

Quem conhece a Jesus, está sempre seguindo seus passos, pois assim são os cristãos. Quem conhece a Jesus, sabe tudo sobre Ele. Sabe que Ele é o único salvador. Quem conhece a Jesus, crer que Ele é o filho de Deus, o Senhor dos senhores, Rei dos reis e merece toda honra e glória. Quem conhece a Jesus, atribui tudo a Ele porque sabe que tudo vem d’Ele, por meio d’Ele e para Ele. Quem conhece a Jesus, não quer ficar longe de sua gloriosa presença. Quem conhece a Jesus, não se deixa levar por comentários de outras pessoas a respeito de Jesus. Quem conhece a Jesus vive suas próprias experiências.

Você deseja conhecer a Jesus por uma experiência própria com Ele?

Jó 42:5 Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te veem”.

Publicado por Pr. Luiz de Souza

Não ousaria me definir em frases prontas ou palavras que prefiguram alguém que ainda esta em construção. Vivo para que Deus seja conhecido e busco conhecer cada vez mais esse Deus. Minha gratidão é plena ao ser alcançado e resgatado por Jesus, e por isso vivo para que Ele cresça e eu diminua cada vez mais. Pois "A mim, o menor de todos os santos, me foi dada esta graça de pregar aos gentios o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo". [Ef 3.8]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

bombasonica

busque evolução e se liberte!

RACHEL SHEHERAZADE

Sermões | Artigos | Devocionais

Consciência Cristã

Sermões | Artigos | Devocionais

O Tempora, O Mores

Sermões | Artigos | Devocionais

Voltemos Ao Evangelho

um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Renato Vargens

Sermões | Artigos | Devocionais

%d blogueiros gostam disto: