AFLIÇÕES – Uma MAL necessário para o BEM de todo cristão.

João 16.29-33.

Se tiver uma coisa que todo cristão precisa saber antes de seguir a Cristo, é que: “no mundo passais por aflições”. A grande verdade explicita na palavra de Deus com relação ao nossa vida neste mundo, é fundamentada por aflições. Quem hoje não passa por aflições? Ela faz parte da vida de todos e principalmente na vida do cristão.

A grande pergunta é: Uma vez que deixamos nossa vida dominada por Satanás de lado e passamos a viver para Cristo, por que então ainda passamos por aflições? Qual o propósito das aflições na vida do crente? Até quando padeceremos pelas aflições?

No texto de João encontramos Jesus em seus momentos finais de sua vida aqui na terra, falando aos seus discípulos algumas verdades que precisavam conhecer, pois elas fariam parte da vida cotidiana dos apóstolos após a partida de Cristo. Era necessário que Jesus falasse sobre essas verdades, pois Ele estava de partida, mas suas vidas seriam impactadas neste mundo e algumas coisas contribuiriam para o crescimento e fortalecimento deles.

A luz do texto veremos, nas falas de Jesus aos seus discípulos, a importância das aflições na vida do cristão e qual os benefícios que elas nos trazem. Faremos isso olhando para a vida de Jesus, de forma especifica, em suas ultimas palavras aos discípulos, registradas no Evangelho de João 16.29-33.

 I. JESUS FALA ABERTAMENTE COM OS DISCÍPULOS. [Vers. 29-30]

Agora Jesus não precisa mais falar de forma que ouvindo, não escutem, e vendo, não enxerguem; ou seja, ouçam a palavra, mas não entendam; [Mc 4.11-12].

Jesus fala ao povo em Parábolas. A mensagem dessas parábolas só era explicada para os discípulos porque Jesus tinha planos que diziam respeito somente aos discípulos. As pessoas por mais que estivessem seguindo a Jesus naquele momento, e sedentas, Ele falava por meio de parábolas e às explicava em particular aos discípulos.

Neste momento do texto que lemos, os discípulos percebem que as falas de Jesus são claras, nítidas, não precisa que Ele explique-as.

Quando esse fato acontece, os discípulos percebem de fato que Jesus veio de Deus. Os discípulos percebem na fala de Jesus que Ele era conhecedor de todas as coisas, caracterizando e testificando a sua ligação com o Deus-Pai.

A Bíblia contém essa mensagem direta, clara e objetiva de Jesus. O problema do cristão é que a Bíblia pra ele é um livro de sete cabeças. Pra eles a Bíblia é um livro para ser meditado ou estudado apenas pelos teólogos, pastores, seminaristas, missionários e/ou diáconos da igreja. A Bíblia contém essa mensagem direta, clara e objetiva de Jesus.

Quer conhecer as verdades contidas na Bíblia para sua vida? Leia a Bíblia e peça a orientação do Espirito Santo. [Rm 8.26]

II. JESUS FALA DE SUA DEPENDÊNCIA DIVINA. [Vers. 32]

Ele diz que não depende dos discípulos para passar pela aflição que viria sobre ele, com relação à cruz. Sua confiança não dependia da ajuda dos homens. Sua fé está firmada não em mãos humanas, mas na mão do todo poderoso Deus.

Os discípulos iriam se dispersar no momento da grande aflição. Jesus iria ficar sozinho em relação aos discípulos porque, temendo por suas vidas, iriam se dispersar para suas casas. Jesus não dependia de homens. Jesus sabia que o homem não teria condições de suportar o que viria, por isso ele não espera nada dos discípulos.

Ele diz: “vocês me deixaram sozinho, mas eu não estou só, porque o Pai está comigo”.

Jesus deixa claro que sua confiança estava em Deus, seu Pai. Os homens o abandonaram no seu momento de aflição. Alguns o negaram quando questionados sobre sua influencia com Cristo. Foi um momento difícil para Jesus. Sem ter seus amigos por perto.

Mas diante de tudo isso Ele tinha uma certeza “não estou sozinho”. Deus estava com Ele desde o principio. [Jo 1.1]

III. JESUS FALA O QUE ACONTECERIA COM OS DISCÍPULOS. [Vers. 33]

Pelo menos quatro verdades podemos destacar nesse versículo.

Em primeiro lugar, Jesus fala que iria passar por uma situação de aflição e que, apesar dos discípulos o abandonarem, Ele não estaria sozinho; 

Em segundo lugar, Jesus fala de quem estaria com Ele; 

Em terceiro lugar, Jesus agora fala que os discípulos estariam sozinhos por um momento. Sozinho no sentido figurado (sem a pessoa humana de Cristo).

Em quarto lugar, Ele faz uma declaração que talvez em primeiro momento chocasse os discípulos. Ele diz “no mundo tereis aflições”.

As aflições fariam parte da vida dos discípulos para o fortalecimento deles. A sua caminhada cristã precisava ser regada por lutas. Estando na dependência de Cristo podemos entender que tudo isso se faz necessário.

CONCLUSÃO

Ao mesmo tempo em que diz que “no mundo teriam aflições”, Ele também diz para que “tenham bom ânimo, Ele venceu o mundo”. O inicio do versículo diz que “estas coisas tenho dito para que em mim tenhais paz”.

Pelo menos duas lições, podemos tirar do texto:

  1. As palavras de Jesus aos discípulos não foram para afligi-los, mas para que tenham paz. Para ficarem cientes do que haveria de acontecer, mas não se preocupassem com isso. Paulo diz em Rm 8.28 que “Todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus”. Em Rm 8.37 “mas em todas estas coisas somos mais que vencedores por aquele que nos amou”.

  2. Jesus não diz aos discípulos que tenham bom ânimo porque eles também venceriam o mundo. Jesus diz “Eu venci o mundo”. O texto de Paulo diz que”em Cristo somos mais que vencedores”.

Não há mais nada a ser vencido. Tudo o que necessitávamos Cristo venceu na Cruz. Nele podemos cantar o hino da vitória. Só podemos enfrentar os ventos e tempestade se estivermos em Cristo Jesus, o nosso general. O Senhor dos exércitos. O Emanuel – Deus conosco.

Publicado por Pr. Luiz de Souza

Não ousaria me definir em frases prontas ou palavras que prefiguram alguém que ainda esta em construção. Vivo para que Deus seja conhecido e busco conhecer cada vez mais esse Deus. Minha gratidão é plena ao ser alcançado e resgatado por Jesus, e por isso vivo para que Ele cresça e eu diminua cada vez mais. Pois "A mim, o menor de todos os santos, me foi dada esta graça de pregar aos gentios o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo". [Ef 3.8]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

bombasonica

busque evolução e se liberte!

RACHEL SHEHERAZADE

Sermões | Artigos | Devocionais

Consciência Cristã

Sermões | Artigos | Devocionais

O Tempora, O Mores

Sermões | Artigos | Devocionais

Voltemos Ao Evangelho

um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

Renato Vargens

Sermões | Artigos | Devocionais

%d blogueiros gostam disto: